Se eu morder a língua [2]

Publicado em Idiossincrasias

Acordar atrasada pra uma reunião no estágio. R$3.00 do MT

Almoçar longe de casa comida ruim. R$6.40

Descobrir que a carga de trabalho vai triplicar R$260,00

Tomar facada nas costas de quem você estendeu a mão R$350,00

Se sentir frustrada por não poder ajudar uma amiga querida R$ 50,00

Descobrir que aquela bruaca que vive dando conta de quem entra e sai da sala foi reprovada por falta

NÃO TEM PREÇO!!!!!!!!!!!!!!!!

Ta, eu sei que é feio isso. Deus ta vendo, mas me perdoa. Ele sabe o que eu passo na mão dela.

Essas coisas me fazem achar que o mundo ainda tem jeito e restauram minha fé em Deus.Nas palavras da minha sábia e falecida vó: “pra o que não tem remédio a gente dá é veneno”.

Mãos esquerdas

Publicado em Idiossincrasias
Ouquei. Todo mundo sabe que minhas habilidades artísticas se resumem a ler e ver filme. Mas poxa, eu sei reconhecer uma coisa legal quando eu vejo. E eu adoraria saber fazer isso.
E isso.
Palhaçada eu não saber fazer nada. Tenho duas mãos esquerdas e sou destra.
Ahhh!

Eu vou ser TIA!!!! Minha Amiga Tá Grávida… Enquanto o meu neném não vem… Curtinho DEMAIS o barrigão dela.
Contando os dias pra a chegada do Gustavo. Sim, eu adoro nenéns. São fofos. Rosa. Cute cute. Tem os dedinhos, os pés… aimmmmmmmm e a casa inteira fica com aquele cheiro gostoso de neném.
Eu quero um neném também!!!!Droga.

Pessoas comuns

Publicado em Contos
Maristela era a típica funcionaria pública. Havia nela algo de Macabéa indizível, mas nascera com um estranho dom de atrair a atenção masculina. Subiu rápido na carreira depois que passou a dormir com o chefe. Era algo que não fazia por prazer, achava apenas que as coisas eram daquele jeito e que era normal toda aquela degradação. Não sabia o que fazer com cargos de chefia e perdeu a direção do departamento pra a nova namorada do chefe. Mais nova, mais bonita e mais criativa.

Se eu morder a língua…

Publicado em Idiossincrasias
Pra dar satisfação.
Ando mal humorada. Admito. Estou realmente estressada e paciência foi a primeira coisa que saiu de férias.
Não levei pra o lado pessoal a disputa a despeito do que umas e outras estão falando por aí. E realmente indeferi o pedido porque não achei cabível. Se não gostou, recorra. Aquilo lá pra mim não passa do que realmente é: trabalho de escola, e minha vida é um infinito e meio mais que aquilo lá.
Não. Eu não gosto dela. Acho que ela é pedante, irritante, e falsa. Não acredito em nenhum dos “oh” que ela dá em sala de aula e ela é de longe a pessoa que é top na minha lista de pessoas que me fazem desejar tratamento de canal. Não sei como alguém cai na dela e principalmente não atino pra o que é aquilo no cabelo dela. Não, ela não é de todo feia, eu falo que é porque não gosto e nem jamais nutri qualquer simpatia por ela.
Que foi? Eu nunca me declarei santa. Não tenho vocação pra Sandy.
Eu não suporto vagem.